domingo, 30 de março de 2008

ancinho

3 anos desde "pine cone temples" e quando não esperaria mais nenhum registo dos thuja, aparece-me este homónimo a relembrar-me porque razão o jewelled antler andou mais pobre nos últimos tempos. "owl" e "anchorite" do steven r. smith pareceram colmatar de forma mais do que digna a ausência. mas nada poderá compreender as esquinas de uma sala como "the deer lay down their bones" ou criar magia do húmus como "ghost plants". este último (termo em tudo diferente à essência dos thuja) capítulo é recordar o cheiro da terra nas primeiras chuvas de outono, e todo o conforto que acarreta.

coord.: ferrugem/seiva > visitar amigos > tertúlia de fim de tarde > memória olfactiva

1 comentário:

Pedro disse...

Banda que tanto gosto... ainda não ouvi o disco novo, e tens razão, não esperava um regresso dos gajos...